© 2019 Todos os direitos reservados

BIO-GRAFIA

JUAREZ GUIMARÃES DIAS é Professor do Departamento de Comunicação Social da FAFICH/ UFMG, Escritor, Encenador e Publicitário. É mineiro, vive em Belo Horizonte e nasceu em 14 de abril de 1978 em Conselheiro Lafaiete.  É Bacharel em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda (Uni-BH), Mestre em Literatura (PUC-Minas) e Doutor em Artes Cênicas (Unirio). 

 

Publica textos inéditos regularmente no blog Escrita em Progresso e no Scribd. É autor dos livros "Narrativas em cena: Aderbal Freire-Filho (Brasil) e João Brites (Portugal)" (2015), lançado em parceria da FAPERJ com a Editora Mobile, de sua tese de Doutorado, e  “O fluxo metanarrativo de Hilda Hilst em ‘Fluxo-floema’” (Ed. Annablume, 2010), oriundo de sua dissertação de Mestrado. Atualmente desenvolve o romance literário “A Casa da Senhora H” sobre a Casa do Sol da escritora Hilda Hilst, projeto contemplado pelo Prêmio Funarte/ Biblioteca Nacional de Criação Literária 2012. 

 

Na UFMG atua no ensino, pesquisa e extensão nas áreas de Planejamento de Criação, Redação e Comunicação Estratégica e coordena o grupo de pesquisa "Núcleo de Estudos de Pesquisa em Estética do Performático e Experiência Comunicacional" junto ao Prof. Carlos Mendonça. Foi Professor dos cursos de Comunicação Social do Uni-BH (2004-2014); Coordenador do Núcleo de Publicidade da Assessoria de Comunicação da Fundação Municipal de Cultura; Redator e Planejamento da W3 Executiva; e foi sócio-proprietário da agência MultiArt Comunicação em Conselheiro Lafaiete. Há alguns atua como free lancer de redação e criação publicitária para diversos segmentos.

 

Como Dramaturgo e Diretor, tem trabalhos reconhecidos por público e críticaSeus últimos espetáculos são a dramaturgia e direção de "Freddie Rock Star - The show must go on!" (2016) com Fábio Schmidit, "EuCaio" (2014), solo de Matheus Soriedem, Cena I de "Valsas - experimentos rodrigueanos" (2014) solo de Laís Rivera, "Marilyn Monroe.doc” (2013) com o Grupo Dois Palitos, “#tudodenós” (2013) com o Pierrot Teen e em parceria com Léo Quintão da Cia. Pierrot Lunar, onde também dirigiu e escreveu "Atrás dos olhos das meninas sérias" (do romance "Falar" de Edmundo de Novaes Gomes), "Sexo" (do romance de André Sant'Anna). Compôs a dramaturgia, por meio de adaptação, de “Acontecimento em Vila Feliz” de Aníbal Machado (Cia. Pierrot Lunar), "Levantado do chão" de José Saramago (direção de Cida Falabella) entre outros. 

 

Prêmio de Melhor Texto Teatral Inédito por “Oriana tem que morrer” no Concurso dos Clube dos Escritores de Ipatinga, Usiminas, 2001. Foi fundador e diretor do Grupo Teatral Pannus Finis (Uni-BH), da Cia. de Outros Atores (BH), integrante da Cia. Pierrot Lunar  (2006-2013) e atualmente colabora com a Mutanti, coletivo de pesquisa e criação em artes. Foi Curador do Encontro SESI de Artes Cênicas (2011-2015) e atualmente Coordena o Festival de Verão da UFMG. É também Desenhista e Pintor.